Conhecer as Plantas

JARDINS DOENÇAS DE PLANTAS JARDINAGEM CURSOS SOBRE PLANTAS ORQUÍDEAS E PLANTAS DE INTERIOR FLORES COMESTÍVEIS E AROMÁTICAS ACUPUNTURA VEGETAL FITOPATOLOGIA
 
InícioRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 TIPOS DE ARROZ E SEUS BENEFÍCIOS

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
vale



Mensagens : 399
Data de inscrição : 14/01/2010
Idade : 50
Localização : Maia

MensagemAssunto: TIPOS DE ARROZ E SEUS BENEFÍCIOS   Ter Mar 26, 2013 10:27 pm

Tipos de arroz: benefícios e propriedades nutricionais


Em relação às calorias, os diferentes tipos de arroz se assemelham... Mas não devemos olhar um alimento apenas pelo ponto de vista calórico e sim a sua composição nutricional, os nutrientes que ele apresenta e os benefícios que esses nutrientes conferem à saúde. O arroz é fonte de carboidratos, um tipo de nutriente que fornece energia para o cérebro e para a realização de atividades físicas e cotidianas. Confira a seguir as propriedades nutricionais dos diferentes tipos de arroz.




Arroz polido tipo agulhinha:

Arroz branco tradicionalmente consumido pelos brasileiros. Apresenta grãos longos e finos, que ficam soltos após o cozimento. Durante o processamento, este arroz é descascado e polido, fazendo com que grande parte das fibras, vitaminas e minerais presentes na casca sejam perdidos. Deve ser consumido com moderação, e até mesmo evitado por aqueles com glicemia elevada ou diabetes, pois o arroz branco, pobre em fibras, apresenta alto índice glicêmico, ou seja, a velocidade com que o seu açúcar chega ao sangue é rápida, provocando picos de glicose no sangue.



Arroz parboilizado:

Este arroz passa por um processo hidrotérmico ainda com a casca, sendo imerso em água aquecida sob pressão e posteriormente exposto ao vapor e à secagem. Em função deste processamento, os grãos ficam mais firmes e soltos e há maior retenção de nutrientes em comparação ao arroz polido. Por isso, para aqueles que ainda não se adaptaram ao arroz integral, o arroz parboilizado é uma opção mais interessante em comparação ao polido e seu consumo pode ser rodiziado com o do arroz integral.




Arroz integral:

Este arroz não passa pelo processo de polimento, o que retém o gérmen e as camadas mais externas do grão, ricas em vitaminas, minerais, fibras e proteínas. Em função da quantidade de fibras, este arroz proporciona mais saciedade (por isso é mais indicado para aqueles que desejam perder peso), melhora o funcionamento intestinal e a absorção de glicose e colesterol, prevenindo a hiperglicemia e hipercolesterolemia. Em comparação ao arroz polido/branco, o arroz integral apresenta mais que o dobro da quantidade de fibras, cálcio, magnésio, manganês, fósforo, potássio e vitaminas do complexo B. O arroz integral é mais escuro e necessita de mais água e um tempo maior de cozimento, por ser mais duro. É a opção mais nutritiva para ser consumido no cotidiano.



Arroz preto:

Os grãos são longos e finos, de coloração negra por fora e branca por dentro, e sabor diferenciado. Apresenta maior teor de fibras, vitaminas, minerais e proteínas em relação ao arroz branco; em relação ao arroz integral, a quantidade de fibras do arroz preto é maior, conferindo maior benefício ao funcionamento intestinal, melhorando a absorção de glicose e colesterol (ajuda a prevenir a hiperglicemia e hipercolesterolemia) e prevenindo o aumento da pressão arterial. Ele também apresenta maior quantidade de ferro e zinco em relação aos outros tipos. O pigmento que lhe confere a coloração negra é a antocianina e por isso esse arroz é considerado uma boa fonte de antioxidantes, que ajudam na prevenção do envelhecimento precoce das células, podendo reduzir o risco de doenças cardiovasculares, diabetes e câncer.



Arroz vermelho:

Esse tipo não é descascado, nem polido e apresenta coloração avermelhada. Tem sabor diferenciado e é mais utilizado em pratos exóticos. Seu conteúdo de proteínas e fibras é maior em relação ao arroz integral, mas a quantidade de vitaminas e minerais se assemelha a ele. O arroz vermelho apresenta uma substância denominada monacolina, um tipo de estatina natural que ajuda a reduzir os níveis de LDL (colesterol ruim). Assim como o arroz preto, o vermelho também é rico em antioxidantes, tendo benefícios semelhantes.


Arroz japonês:

Arroz utilizado na culinária japonesa, pois após o cozimento os grãos ficam bem unidos. Este arroz apresenta maior teor de carboidratos e menor de proteínas, em função da presença de grande quantidade de amido na parte externa (este amido que faz com que os grãos fiquem unidos). A quantidade de fibras, vitaminas e minerais se assemelha ao arroz branco.





Arroz jasmim:

Arroz aromático de origem tailandesa, apresenta textura macia e úmida (os grãos ficam mais unidos, mas não igual ao japonês). Apresenta teor de proteína maior que o arroz branco, porém as quantidades de fibras, vitaminas e minerais são semelhantes.







Arroz basmati:

Originário da Índia, quando cozido apresenta grãos secos, soltos, longos e finos. Seu conteúdo de fibras, vitaminas e minerais é similar ao arroz branco.






Arroz arbório:

Muito utilizado na Itália, este tipo de arroz tem coloração levemente amarelada, os grãos são arredondados, opacos e apresentam textura cremosa, sendo indicado para risotos. Contém grande quantidade de amido e composição nutricional semelhante ao arroz branco.




Arroz 7 grãos:

O valor nutricional depende de quais grãos estão presentes no arroz. De modo geral, ele tende a apresentar mais fibras, vitaminas e minerais que o arroz branco. É importante observar se o arroz utilizado é o integral, por isso sempre leia no rótulo os ingredientes dos produtos. Indivíduos celíacos ou intolerantes ao glúten devem estar atentos, pois alguns apresentam trigo integral, centeio, cevada e aveia.




Dicas importantes

- Para temperar o arroz opte sempre por temperos naturais, à base de sal marinho e alho. Evite os temperos industrializados, pois eles são ricos em gordura e sódio, que contribuem para o aumento da pressão arterial e do risco de doenças cardiovasculares. Além de apresentarem aditivos químicos, que são substâncias não reconhecidas pelo organismo e que fazem mal à saúde.

- Para ficar ainda mais nutritivo, podem ser adicionados ao arroz legumes (cenoura, vagem), cereais (quinua, aveia, amaranto), sementes (gergelim, linhaça, semente de girassol), oleaginosas (amêndoas, castanhas, nozes) e temperos naturais (cúrcuma, salsa, manjericão e alecrim desidratados).

- Evite acrescentar óleo às preparações ou utilize com moderação, por exemplo, 1 colher de café de óleo é suficiente para o preparo de 1 copo de arroz. Varie os tipos de óleo utilizados no preparo das refeições: girassol, milho e canola. E se possível, compre óleos não refinados. O azeite de oliva também pode ser utilizado no preparo, pois apesar de perder alguns nutrientes antioxidantes, ele continua sendo uma gordura boa (monoinsaturada).

- Como o arroz é um alimento consumido diariamente pelos brasileiros, é interessante optar pela versão orgânica livre de agrotóxicos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
TIPOS DE ARROZ E SEUS BENEFÍCIOS
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Os benefícios da maçã
» O Uso de Pimenta na Alimentação de Aves.
» Osso de siba e farinha de ostra!
» Alimentação de Coleiros com Rações Extrusadas
» Milho verde para calopsitas

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Conhecer as Plantas :: FRUTAS E LEGUMES-
Ir para: