Conhecer as Plantas

JARDINS DOENÇAS DE PLANTAS JARDINAGEM CURSOS SOBRE PLANTAS ORQUÍDEAS E PLANTAS DE INTERIOR FLORES COMESTÍVEIS E AROMÁTICAS ACUPUNTURA VEGETAL FITOPATOLOGIA
 
InícioRegistrar-seConectar-se

Compartilhe
 

 OS BENEFÍCIOS DO ALPERCE

Ir em baixo 
AutorMensagem
vale

vale

Mensagens : 399
Data de inscrição : 14/01/2010
Idade : 52
Localização : Maia

OS BENEFÍCIOS DO ALPERCE Empty
MensagemAssunto: OS BENEFÍCIOS DO ALPERCE   OS BENEFÍCIOS DO ALPERCE Icon_minitimeQui Mar 28, 2013 9:53 pm

BENEFÍCIOS

• Alperces frescos ou secos são uma boa fonte de betacaroteno.

• Alperces secos são uma razoável fonte de ferro, uma boa fonte de fibras e uma óptima fonte de potássio.

INCONVENIENTE

• Os conservantes de certos alperces secos podem provocar crises de asma.


O alperce fresco e maduro possui muita fibra e poucas calorias. É uma boa fonte de betacaroneto, a forma vegetal da vitamina A, e um dos nutrientes antioxidantes que os estudos em curso sugerem poder ajudar a prevenir doenças degenerativas, como cancros e doenças cardíacas.
Os alperces enlatados em sumo natural possuem menos de metade do betacaroteno presente nos frutos frescos ou secos, mas o sumo é uma boa fonte de vitamina C.

ALPERCES SECOS

Embora com mais calorias que os frescos, os alperces secos são considerados uns dos melhores frutos para a saúde, pois constituem uma fonte de concentrada e pratica de nutrientes, tendo mesmo feito parte da dieta dos astronautas americanos em alguns voos espaciais. O processo de secagem faz aumentar a concentração de betacaroteno, potássio e sódio. O consumo de potássio pode fazer baixar a tensão arterial, quando esta é causada por excesso de sal, porque aquele ião é um diurético natural que estimula o organismo a eliminar água e sódio.
Muitas empresas alimentares tratam os alperces com dióxido de enxofre (E220) antes da secagem, a fim de lhes conservar o seu rico tom alaranjado. Este tratamento produz substâncias que podem ser provocar um ataque de asma em pessoas susceptíveis; por isso, os asmáticos só devem comer alperces secos se souberem que eles não contêm sulfitos.



Propriedades medicinais:

Possui um grande poder laxante, assim como nos problemas de retenção de líquidos ao ser diurético. Tem uma grande quantidade de beta caroteno, enquanto o damasco seco possui bastante potássio. Tem fibras solúveis, que ajuda no bom funcionamento do intestino, além de possuir uma quantidade significativa de ferro fundamental no transporte de oxigênio para as células, é rico em vitaminas A e B e praticamente não possui gorduras. Atua sobre o sistema nervoso, não só no seu desenvolvimento, mas facilitando o impulso nervoso, e inclusive é uma fruta ideal para aquelas pessoas que sofrem stress. O damasco, por conter bastante ferro, passa a ser primordial no combate a anemia. Além disso, possui vitamina C, potássio, proteínas e cálcio, que fortalece o sistema imunológico regulando os batimentos do coração, músculos e previne a osteoporose. O damasco, também é rico em caroteno, que previne vários tipos de câncer. Na hora de escolher, qual é mais saudável seco ou fresco, a melhor opção é o seco, pois contém nutrientes de maneira concentrada, no entanto é mais calórico. Outro beneficio do damasco é que esta fruta é fonte de vitamina A sendo ideal para a saúde dos olhos. Contém também vitaminas B1, B2, B3, B5, C, potássio, sódio, magnésio, fibras e muito mais.

Outras informações

É uma fruta que pertence à mesma família do pêssego, mas é de menor tamanho, sabor mais ácido e polpa menos suculenta.

O damasco seja ele fresco ou seco, ajuda a adoçar os alimentos de forma nutritiva.

Tem fibras solúveis, que ajuda no bom funcionamento do intestino, além de possuir uma quantidade significativa de ferro fundamental no transporte de oxigênio para as células, é rico em vitaminas A e B e praticamente não possui gorduras.

O ideal é comer mais ou menos 50 gramas de damasco seco ou 4 a 5 unidades. O damasco seco tem 130 calorias e o fresco tem 54 calorias (em 100 gramas).

O damasco fresco pode ser consumido ao natural ou usado na preparação de mousses, pavês, doces, cremes e geléias. O damasco seco é utilizado em cremes, recheios e sorvetes. O damasco em calda tem um uso parecido ao do pêssego: é usado na preparação de pavês e tortas.

O damasco é o fruto do damasqueiro (Prunus armeniaca), árvore originária da China e Sibéria que pode chegar até 7 metros de altura. A fruta foi introduzida na Inglaterra, durante o século XVIII, e na América do Norte, em 1920.

E se a intenção é manter a energia e fortalecer os ossos, o fósforo, o potássio e o cálcio contidos no fruto dão conta do recado. Além do mais, o sódio ajuda na transmissão nervosa e equilibra fluidos no organismo. É o damasco, também, um grande aliado dos anêmicos e indicado para raquitismo, desnutrição e cirrose hepática. Fortalece ainda os dentes, unhas e cabelos, auxiliando em tosses, gripes e prisões de ventre, além de ser um ótimo estimulante do apetite.

O damasco fresco pode ser consumido ao natural ou usado na preparação de musses, cremes e geléias. O damasco seco é usado como ingrediente de cremes, recheios, sorvetes e charlottes. O damasco em calda tem uso semelhante ao do pêssego na preparação de pavês e tortas.

Sua casca e polpa amareladas, ligeiramente rosadas ou alaranjadas são, portanto, bastante benéficas para o organismo. A vitamina A, por exemplo, traz saúde para os cabelos, a pele e é essencial para o desenvolvimento da visão. Já as vitaminas do complexo B ajudam a fortalecer o organismo contra as infecções, cicatrização de feridas e ajudam na formação de anticorpos. E, por sua vez, é a vitamina C que contribui para as defesas naturais e ajuda a absorver o ferro, uma substância, por sua vez, essencial para os glóbulos vermelhos.

Em nível histórico, se tem constância que o damasco existia já na China para o 3.000 a.C., enquanto os romanos (que também os consumiam) os introduziram na Europa através da Armênia.

Os damascos se consomem principalmente desde começos da primavera até finais de verão, por isso esta é uma época ideal para poder desfrutar desta maravilhosa fruta.

Força Para Malhar

Se você pratica exercícios físicos com regularidade, abuse especialmente do damasco seco: fonte de vitaminas e minerais, repõe com rapidez a energia perdida com os treinos e, como é pequeno e dispensa refrigeração, pode ser levado em um recipiente fechado.

Nutrição Garantida

O damasco é supernutritivo e rico em fibras que ajudam o funcionamento intestinal; em betacaroteno, que dá aquela força no bronzeado; em potássio, mineral capaz de regular a pressão arterial e evitar o acidente vascular cerebral; ácido fólico, que previne a malformação fetal; ferro e vitaminas A, B, C e E.

Incentivo à Dieta

Precisando perder peso? Não deixe de ter uma reserva de damasco em casa. Ele não contém gordura e apresenta poucas calorias - cerca de 50 em três unidades do fresco e 85 em dez metades secas. Sem falar que a fruta supre a vontade de comer doces durante a dieta.


Ficha Técnica da Planta

NOME CIENTÍFICO: Prunus Armeniaca.

FAMÍLIA: Rosaceae

ORIGEM: China e Sibéria. Foi introduzido na Itália, 100 a.C., na Inglaterra, no século 13, e na América do Norte em 1920.

CARACTERÍSTICAS: são plantas de até 5 ou 7 metros de altura, com copa arredondada. As flores são brancas ou rosadas. O fruto é arredondado, com 3 cm ou mais de diâmetro, casca espessa e polpa dura.

CLIMA E SOLO: pode ser cultivada nas regiões mais frias do Rio Grande do Sul e de Minas Gerais.

NO BRASIL: por problemas de falta de adaptação, é pouco cultivada no país
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
OS BENEFÍCIOS DO ALPERCE
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Conhecer as Plantas :: FRUTAS E LEGUMES :: PROPRIEDADES DAS FRUTAS-
Ir para: